O dia depois de ontem

O dia seguinte dói ainda mais.

É despertar desejando que tudo tenha sido um sonho.

Como se acordar fosse a confirmação do que aconteceu.

Não importa o que se tenha sofrido:

a ficha só cai depois de uma noite.

O dia seguinte é ainda pior.

É quando dormir não revigora,

quando você suspira e finalmente se conforma,

dizendo em pensamento:

“aconteceu…”.

Perder alguém machuca mais no dia seguinte

do que no momento do adeus.

Porque não há tristeza maior do que precisar levantar da cama

sabendo que a sua maior razão para seguir

até então não faz mais parte da sua vida.

Comentários