5 segundos de coragem

 

Não adianta impor qualquer segredo meu entre nós.
Ou disfarçar toda angústia por trás de meias-palavras.

Sei lá… Você me conhece.

E eu, que sempre disse que faltava alguém que me decifrasse por completo,
encontrei você.
Que me interpreta assim como quem não quer nada.
Naturalmente, como se já me conhecesse desde sempre.

Te sinto perto.

Mas, que eu saiba,
Seu coração é de outra pessoa.

Então… é isso?

Eu te encontrei só pra você me levar a esse lugar-comum
que é o romance de uma pessoa só?

Te sinto longe.

Mas sofrer quietinha não é pra mim.
Pode parecer bobo  e de fato é,
essa minha vontade insana de falar tudo o que eu guardo.
Mesmo que eu seja julgada, mesmo que o clima fique esquisito.
Porque, você sabe,
a gente pode até ter 5 segundos de coragem;
e isso não é problema.
O que preocupa é o momento logo após.

É aquele silêncio constrangedor que vem depois,
que fala alto dentro de você te chamando de “tolo” por ter dito a verdade.
É o próximo encontro depois da confissão,
os dois a evitar todo tipo de olhar.

Mas… Quer saber?
Se você me chamar de louca por dizer o quanto te preciso,
não me importo.

Eu descobri que precisava de você
quando percebi que qualquer tempo era demora
e toda ausência virava saudade.
Foram só 5 segundos de coragem,
e quem sabe eles não me dão sua eternidade?

Comentários