“Você que sabe!”

Existe uma diferença,
bem pequena e dificilmente perceptível,
entre deixar alguém à vontade e ser indiferente às situações.
Quando eu te pergunto,
eu realmente quero saber.
Eu dispenso o descaso:
por um mundo com menos “você que sabe”
e mais “deixa comigo”.

Comentários