Me faça um favor?

Não me procura.
Vamos ser sinceros: que a gente não tem mais nada a ver, é fato.
Então pra quê insistir em amizade?

Eu não quero saber de seus novos romances, não preciso que me conte detalhes.

E se as pessoas me perguntarem:
– Mas você ainda ama?

Não sei… Você nunca me deixa saber.
Aprendi a seguir e desaprendo em seguida.
Sempre que você volta é uma nova despedida…

Então vamos fazer um trato?

A gente mantém somente a boa convivência.
Continuo a receber seu “bom dia” seco sem pontuação.
Pergunto se está tudo bem – claro que por educação.
Nós dizemos que sim e mantemos as aparências.

Muito mais saudável, totalmente indolor.
Não me torne confidente dos teus casos de amor.

Comentários