Permita-se, às vezes, não ter opinião

Me incomoda a necessidade que algumas pessoas têm de sempre escolherem um lado. É só abrir a internet ou falar com seu vizinho e você perceberá: quase todo mundo quer ter opinião sobre tudo imediatamente.

Abstenha-se. Preserve-se.

Você não precisa ser assim. E nem os outros precisam ouvir comentários precipitados e sem o menor embasamento.

Eu não sou a favor do comodismo e nem da anulação; eu gostaria é que os conceitos fossem construídos e repensados antes de serem distribuídos por aí.

Sorte de nós se todos os nossos amigos pudessem explicar exatamente por que defendem a bandeira que escolheram. Ou soubessem dizer por quais motivos repreendem tanto a conduta de quem lhes desagrada.

Da próxima vez que te perguntarem alguma coisa — o governo, as drogas, o casamento, a ciclovia, a gravidez, o imposto… —, por que não pesquisar antes? Ou ouvir pessoas diferentes — mesmo com pensamentos contrários aos seus?

Antes disso, prefira se conter. Permita-se, às vezes, não ter opinião.

Comentários