Natal é respiro

Me disseram que o Natal simbolizava o nascimento de Cristo. Durante a adolescência, descobri que a escolha da Igreja pelo dia 25 como a data em que o messias nasceu era muito mais simbólica do que real. De toda forma, é costume em boa parte do Ocidente se comemorar a festividade natalina: mesmo que não haja menção direta a questões religiosas, as pessoas se encontram, jantam, conversam, e por vezes trocam lembranças.

Deve ser por isso que gosto desse dia.

Mesmo com tudo de errado acontecendo no mundo, mesmo que eu não tenha crescido em uma família tradicionalmente cristã, é a oportunidade – ou a desculpa – que o calendário dá para reunir quem é importante. É o refresco, a calmaria pouco antes do êxtase que a adrenalina de Réveillon traz.

Natal é dia pra respirar.

A pausa entre doze meses de vitórias e insucessos e a última semana do ano. Infalível para recuperar o fôlego.

E aí, já marcou as reuniões de Natal do fim de 2015? : )

Comentários